Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência possível no nosso site. Ao continuar a usar o site, concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais.

22 janeiro, 2019

A parceria da KUVO e da BMAT contribui para a campanha "Get Played Get Paid" da AFEM

Em 2014, a Association for Electronic Music (AFEM – Associação de Música Eletrónica) lançou a campanha “Get Played Get Paid” para promover a utilização da tecnologia de reconhecimento da música em todo o mundo. O seu objetivo era ajudar as Performing Rights Organisations (PROs – Organizações de Direitos de Execução) a distribuir royalties a artistas novos e pouco conhecidos. A iniciativa levou ao surgimento de nova tecnologia, como o KUVO da Pioneer DJ, que fornece agora dados a inúmeras PROs internacionais, assim como à BMAT, uma organização de monitorização musical mundial.

Desde o seu lançamento em 2014, o KUVO tem prestado um serviço online que permite aos DJs de clube partilharem as suas listas de reprodução em tempo real quando estão a atuar num clube ligado ao KUVO, ajudando à distribuição de royalties a artistas de música eletrónica de todo o mundo. Embora este serviço esteja no centro do KUVO, evoluiu posteriormente tornando-se numa plataforma da comunidade abrangente na internet e baseada em dispositivos móveis.

Agora, o KUVO ajuda também os clubbers a ligarem-se e a descobrir novas músicas e festas, e assegura uma plataforma para DJs e espaços promoverem os seus eventos entre os fãs de música de dança.

Os clubes que desejem usar o KUVO podem obter atualmente a box KUVO ligada aos seus leitores e mesas de mistura Pioneer DJ*1 gratuitamente. Esta box, em conjunto com o perfil KUVO gratuito para clubes, permite aos DJs partilharem as suas listas de reprodução com a BMAT e as PROs relevantes através do seu próprio perfil gratuito. Isto ajuda a garantir que os titulares dos direitos de autor da música recebem a sua parte de royalties.

O KUVO também proporciona a oportunidade de os DJs partilharem as suas listas de reprodução em tempo real com os fãs, ajudando-os a criar os seus seguidores e a ligá-los às pessoas na pista de dança e em todo o mundo.

A APRA AMCOS lidera a utilização da nova tecnologia para identificar a música reproduzida pelos DJs em clubes. Foi a primeira PRO a assinar com a Pioneer DJ no sentido de obter relatórios do KUVO e a primeira a usar os dados na sua distribuição de royalties aos escritores, compositores e editores. Frank Rodi, Especialista de Inovação e Música Eletrónica na APRA AMCOS, afirma “Com a mudança drástica na forma como as pessoas consomem e pagam pela música, obter distribuições mais rigorosas das receitas dos clubes é fundamental para manter o ecossistema dos clubes e encorajar os artistas a continuarem a escrever e a produzir música eletrónica e clubbing de qualidade”.

Carine Libert, CEO da Sabam, a sociedade belga de direitos de autor de música, trabalho áudio/visual, e artes performativas e visuais, afirma “Na Bélgica temos uma longa história de música de dança e clubbing, pelo que compilar dados sobre a música tocada pelos DJs foi sempre uma das nossas prioridades. É suposto os DJs fornecerem-nos as suas listas de reprodução de 100 ou mais faixas, mas isto demonstra-se muito difícil após uma atuação longa. Usando o KUVO, as listas de reprodução estão imediatamente disponíveis após a sua atuação. Esta lista de reprodução permitirá às sociedades de direitos de autor pagar as taxas de licença recolhidas aos autores da música”.

A Pioneer DJ estabeleceu uma parceria com a BMAT para fornecer dados do KUVO de forma eficiente a tantas PROs quanto possível. A partir de dezembro de 2018, 14 PROs líderes em 11 territórios em 3 continente estão a receber dados do KUVO.

Mark Grotefeld, Diretor Geral e de Marketing da Pioneer DJ Europe Ltd, afirma, “Estamos encantados por trabalhar com a BMAT para ajudar a distribuir os nossos dados gratuitos do KUVO a PROs de todo o mundo. Esta parceria é vital para assegurar que alcançamos alguma escala na distribuição de dados do KUVO e, assim, ajudarmos no rigor da distribuição de royalties a produtores de música eletrónica sub-representados”.

A BMAT monitoriza mais de 7.000 fontes de música na rádio, TV, streams digitais e locais de eventos em todo o mundo, criando uma base de dados de mais de 50 milhões de faixas únicas recebidas de milhares de editoras que servem mais de 100 PROs. Cerca de 92 milhões de identificações são fornecidas todos os meses e 2 biliões de transações digitais são supervisionadas todos os anos.

Alex Loscos, CEO da BMAT, afirma “A prontidão com a qual as PROs aderiram com a BMAT ao serviço de música eletrónica do KUVO não tem precedentes. Existe um desejo de implementar novas soluções para identificar música eletrónica e utilizações de streaming para assegurar uma forma eficiente, transparente e eficaz em termos de custos para o fazer, alinhado com os nossos valores e que garantirá que este género recebe o reconhecimento que merece”.

A partir de outubro de 2018, 1,2 milhões de clubbers e DJs ouviram 1,7 milhões de faixas de 70.000 listas de reprodução geradas por quase 500 boxes KUVO instaladas em clubes de todo o mundo. As localizações dos clubes incluem Ibiza, Londres, Nova Iorque, Sydney, Las Vegas, Los Angeles, Singapura, Dubai, Tóquio e Berlim.

Com o equipamento da Pioneer DJ instalado em 80% do mercado de clubes e sem custos pela utilização do KUVO, os dados de streaming podem ser a solução para a maioria dos clubes e festivais de música eletrónica reportar aos PROs. Pelo seu lado, a distribuição de royalties será significativamente mais rigorosa, com mais autores a receberem royalties pelos seus direitos, em especial os artistas mais talentosos e menos conhecidos.

Markus Bos, CEO da Sena, a organização que representa os compositores nos Países Baixos e assegura que os artistas, os músicos contratados e os produtores recebem royalties afirma: “É do interesse dos artistas e das gravadoras que representamos que os respetivos titulares dos direitos de autor recebam a remuneração que lhes é devida. O processamento fiável dos dados de utilização de tantas fontes quanto possível de forma eficiente permite-nos cumprir este objetivo. Atualmente ainda temos de depender muito de repertórios de referência das principais estações de rádio, que normalmente não reproduzem a música tocada em clubes. Por conseguinte, congratulamo-nos com soluções como o KUVO que podem ser adicionadas às nossas fontes de dados, uma vez que a implementação de novas tecnologias aos nossos processos faz parte do nosso ADN”.

A Pioneer DJ apoia a comunidade de música eletrónica através da mobilização e do aproveitamento dos benefícios desta mudança cultural. “Instamos os clubes e festivais a instalar o KUVO, os DJs a adicionar uma box KUVO ao seu equipamento, os próprios produtores, gravadoras e editoras a registarem-se e aos respetivos catálogos com as PROs, e a todos os que criam ou trabalham com informação sobre faixas a seguir as orientações estabelecidas no Guia das Melhores Práticas de Metadados da AFEM”.

Greg Marshall, Diretor Geral da AFEM, afirma “O KUVO assegura uma fonte credível de reporte de música de eventos com DJ. É encorajador verificar que um número crescente de Organizações de Execução e Direitos Vizinhos utiliza esta ferramenta para melhorar o rigor das suas distribuições de royalties aos criadores e titulares dos direitos. Esperamos continuar a assistir a esta tendência de modo a que os royalties gerados em eventos com DJ em todo o mundo possam ser entregues com um rigor cada vez maior às pessoas a quem a música que é reproduzida efetivamente pertence”.

*1 Requer o Pro DJ Link na configuração. Para mais pormenores consulte o Guia de Configuração do Sistema.

Contactos

Se gere um clube ou festival e está interessado em instalar uma box KUVO, clique aqui

Se for uma PRO interessada em receber dados do KUVO, envie um e-mail para a BMAT Venues Team através do endereço venues@bmat.com e visite https://www.bmat.com/cmos/ para mais informações.

Se desejar receber mais informações sobre a inscrição numa PRO, registo da sua música, gestão de metadados e/ou desejar tornar-se membro da AFEM e fazer parte da voz que defende a mudança, contacte Tristan Hunt através do endereço membership@afemorg.net

Para obter mais informações, contacte o departamento de marketing europeu da Pioneer DJ: pr.eu@pioneerdj.com

Atualizações

Resultados principais

Ver todos os resultados

Não encontrou o que procura? Experimente usar menos palavras ou um termo de pesquisa mais geral.
Se, mesmo assim, não encontrar o que procura, entre em contacto com a nossa assistência ao cliente.